Viaje a Havana!

Viaje a Havana!

Escolha a data de início da sua viagem

Estamos a preparar a sua reserva...
Estamos a preparar a sua reserva...
{{getMonthName(1)}} 2019
736 €
{{getMonthName(2)}} 2019
736 €
{{getMonthName(3)}} 2019
785 €
{{getMonthName(4)}} 2019
778 €
{{getMonthName(5)}} 2019
778 €
{{ month_name }} {{ year_name }}
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sáb
Dom
{{ day.day }}
desde
{{ day.price }}€
Para este mês não existem saídas disponíveis, poderá pesquisar outros meses ou outra origem.
Data em oferta
Informação Geral
Informação Geral
Havana, capital de Cuba, é uma cidade cheia de paradoxos e contradições, cujas principais atrações são a beleza do seu centro histórico, a sua arquitetura original e iconografia revolucionária, e os seus eventos culturais.
Um dos aspetos atraentes de Havana é ver como corre a vida diária na cidade: crianças a jogar beisebol nas ruas ou observar os cantores de rua. Outra das grandes atrações da capital de Cuba é a sua animada vida noturna e a sua cultura musical, uma vez que todos os estilos musicais são representados na cidade, com uma grande variedade de concertos ao vivo e performances improvisadas.
Prepare a sua viagem…
Escolha a área que deseja visitar de acordo com os seus interesses:
Havana Velha: o centro histórico de Havana ocupa 4 quilómetros quadrados cheios de história em cada canto, e onde encontrará quatro principais praças coloniais e inúmeros monumentos e museus. Os locais a visitar são o Museu da Cidade, o Museu de Arte Colonial, o Museo del Ron, a Plaza de Armas, a Catedral de San Cristóbal de La Habana, o Edifício Bacardi, o Mosteiro de São Francisco de Assis e o Castillo de la Real Fuerza.
Porto de Havana Velha: aqui pode apanhar um barco para o Parque Histórico Militar de Morro Cabaña e visitar as suas duas majestosas fortalezas: o Castillo de los Tres Santos Reyes del Morro e La Fortaleza de San Carlos de la Cabaña.
Vedado e Centro de Habava: nesta área, precisa de fazer algumas paragens obrigatórias, por exemplo, beber um mojito no terraço do Hotel Nacional; visitar a Universidad de La Habana e a Plaza de la Revolución para ver o mural de Che Guevara e o Memorial a José Martí; entrar no Capitolio Nacional de Cuba, o Museo de la Revolución, o Museo Nacional de Bellas Artes, e o Castillo de San Salvador de La Punta; ver como a vida decorre de forma diferente no Barrio Chino; e se gosta de noites animadas, poderá desfrutar de uma extraordinária vida noturna nos clubes de jazz, bares e discotecas da zona.
Arredores de Havana: fora de Havana vai encontrar muitas aldeias pitorescas onde a vida é vista de forma diferente. Exemplos disso são os bairros de Miramar, onde se destaca o Acuario de Miramar; o Marianao y Cubanacan, no município de Playa; a cidade de Santiago de Compostela de Las Vegas, no município de Boyeros; os municípios de Regla e Guanabacoa; as cidades de Cojímar e Casa Blanca, com a estátua gigante de Cristo de La Habana; a Santa María del Rosario; o Museu Hemingway em San Francisco de Paula; a zona do Parque Lenin, com o Parque Zoológico National e o Jardín Botánico Nacional; as Playas del Este, onde se encontra algumas das melhores praias de Havana.
Informações práticas:
  • Passaportes e vistos: o passaporte deve ser válido por 6 meses a contar da partida do seu voo e deve mantê-lo até sair do país, em caso de perda deve notificar imediatamente o posto de serviço de imigração para obter um duplicado. O visto turístico é obrigatório para entrar em Cuba, e o nome no visto deve ser preenchido conforme aparece no passaporte. O visto permite uma estadia máxima de 30 dias prorrogáveis por mais 30 dias para fins de lazer. Não pode obter um visto para viajar com outras motivações. Pode providenciar um visto através da Traventia. É obrigatório ter seguro de saúde para entrar em Cuba, e terá que apresenta-lo à polícia aduaneira para entrar no país. Ao fazer a reserva com a Traventia pode obter seguro de saúde. Se chegar sem seguro de saúde é obrigado a fazer uma apólice com a companhia de seguros do Estado, a Asistur.
  • Transportes: não há autocarros regulares ou comboios entre o aeroporto e o centro da cidade. Os táxis entre o aeroporto e o centro de Havana custam normalmente entre 20 e 25 CUC (pesos cubanos convertíveis), e a viagem demora entre 30 e 40 minutos. Uma vez no centro da cidade, os serviços de autocarro, comboios e táxis funcionam muito bem e têm preços razoáveis. No entanto os seus horários são variáveis, o que pode ser um problema se não soubermos com antecedência. Outra opção de transporte em Havana é alugar um carro ou mesmo uma bicicleta.
  • Clima: a temperatura ao longo do ano varia entre 20°C e 35°C, raramente está abaixo de 10°C. Esta situação incomum pode ocorrer entre os meses de Novembro e Fevereiro. Como resultado da elevada humidade que normalmente excede 80%, a sensação de calor é muito mais alta do que a temperatura real.
  • Moeda e câmbio: as moedas oficiais em Cuba são os pesos cubanos (CUP) e os pesos cubanos convertíveis (CUC). Em teoria os turistas só podem usar pesos convertíveis, mas na prática nada os impede de entrar numa cadeca (casa de câmbio) e trocar pesos convertíveis para pesos cubanos, com uma taxa média de câmbio de cerca de 25 pesos por pesos convertíveis. Apesar da economia cubana funcionar principalmente com dinheiro, os cartões de crédito e débito são aceites, e pode usa-los nos resorts ou levantar dinheiro nas caixas automáticas. Os cartões mais comuns são o Visa e Mastercard.
  • Língua e diferença horária: a língua oficial de Cuba é o castelhano, embora grande parte da população fale inglês. O fuso horário em Cuba é de menos cinco horas do que em Portugal durante o horário de Inverno (Outubro a Março) e menos seis horas durante os restantes meses.
  • Recomendações de saúde: Cuba é um país que não necessita de vacinação antes de visitar o seu território, embora seja aconselhável ter algumas vacinas para evitar doenças típicas das regiões tropicais. Uma das mais importantes é a dengue, uma doença transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegpti. Para evitar estes mosquitos é recomendado o uso constante de repelente com DEET, usar roupas que cubram o corpo e evitar o uso de cores escuras, uma vez que estas tendem a atrair a atenção de tais insetos. Também é importante ter especial atenção com a água parada, geralmente da chuva, uma vez que é onde estes se reproduzem. Ao beber água, embora esta seja potável, pode causar problemas gástricos, por isso é sempre preferível optar por água engarrafada e evitar cubos de gelo.
expert opinion
A Especialista Recomenda ...
Top 10 Imprescindível :
1. Passear pelo mosaico arquitétonico de art déco, neoclássico e barroco da cidade colonial.
2. Deixar-se surpreender pela incrível e restaurada Havana Velha, sem dúvida, a jóia da cidade.
3. Visitar o Museo de la Revolución, o Capitolio Nacional e o Museo de Bellas Artes, onde pode admirar a história da pintura cubana e internacional, no centro Havana.
4. Desfrutar das espetaculares vistas panorâmicas de El Malecón, especialmente ao pôr do sol, ver a Plaza de la Revolución com o Memorial José Martí e a Universidad de La Habana na zona de Vedado.
5. Descobrir a beleza insólita do Necrópolis de Cristóbal Colón.
6. Explorar Cojímar, uma vila à beira-mar com o seu próprio charme, apenas 15 minutos de Havana.
7. Relaxar nas Playas del Este, a 27 km de Havana com um litoral de praias de areia de cerca de 20 km. Em Bacuranao, Tarará, Mégano, Santa María del Mar (a maior e mais movimentada), Boca Ciega e Guanabo pode desfrutar das areias brancas, águas verde-azuis transparentes e recifes de coral.
8. Pratique todos os tipos de desportos aquáticos, como snorkeling e mergulho na Marina Tarará.
9. Jantar enquanto desfruta de um show musical no Cabaret Tropicana, o mais prestigiado e reconhecido de Cuba.
10. Visitar o Acuario Nacional de Cuba, um centro com fins educativos e recreativos, que exibe animais e plantas do meio ambiente marinho cubano na suas respetivas paisagens e ecossistemas.
A não Perder:
1. Vida Noturna: não pode deixar Havana sem experienciar a atmosfera oferecida pela noite cubana. Há uma variedade de lugares onde pode dançar toda a noite desde salsa cubana a outros estilos mais comerciais, enquanto bebe um mojito ou um Cuba libre.
2. Compras: no mercado da Plaza de la Catedral pode comprar diversos objetos artesanais. Se vai às compras em Havana não pode deixar de comprar o mais típico do país: rum e charutos, considerados os melhores do mundo.
3. Gastronomia: a base da cozinha cubana é a cozinha espanhola, mas tem também influências africanas e chinesas; o que a torna única no mundo e com uma entidade própria. Alguns dos pratos cubanos que tem que provar antes de deixar Havana são: “Congri”, “moros y cristianos”, “ropa vieja”, “caldosa”.
Galeria
Viaje a Havana!-1
Viaje a Havana!-2
Viaje a Havana!-3
Viaje a Havana!-4
Viaje a Havana!-5
Viaje a Havana!-6
Viaje a Havana!-7
Viaje a Havana!-8
Viaje a Havana!-9
Viaje a Havana!-1 Viaje a Havana!-2 Viaje a Havana!-3 Viaje a Havana!-4 Viaje a Havana!-5 Viaje a Havana!-6 Viaje a Havana!-7 Viaje a Havana!-8 Viaje a Havana!-9